jusbrasil.com.br
7 de Julho de 2022

Lista de doenças graves que possibilitam o segurado obter o benefício por incapacidade sem cumprir o período mínimo de carência

Waldemar Ramos Junior, Advogado
Publicado por Waldemar Ramos Junior
há 8 anos

Carência é definida pela lei como sendo o período ou número mínimo de contribuições mensais indispensáveis para que o beneficiário faça jus ao benefício.

O período de carência para a concessão da aposentadoria por invalidez é de 12 contribuições mensais. A concessão independe de carência no caso de o segurado sofrer acidente de qualquer natureza ou causa.

Quando a incapacidade do segurado for decorrente de acidente do trabalho ou doença profissional, não será exigida a carência de 12 contribuições mensais.

Também não será exigida a carência quando a incapacidade do segurado ocorrer por algum acidente de qualquer natureza, mesmo sem ter nenhuma relação com o seu trabalho. Podemos exemplificar esta situação uma pessoa que em sua própria residência sofre uma forte queda que acarrete uma sequela incapacitante.

Assim, para a aposentadoria por invalidez acidentária (espécie B 92) nunca se exige carência, bastando a comprovação da qualidade de segurado e do nexo de causalidade entre a invalidez e a atividade laborativa. Já para a aposentadoria por invalidez previdenciária (espécie B 32), não se exige carência para os acidentes de qualquer natureza.

Outra hipótese de excludente ou não exigência de carência está prevista no artigo 26 da lei 8.213/91 que especifica nos casos em que o segurado for acometido de alguma das doenças e afecções especificadas em lista elaborada pelos ministérios da Saúde e do Trabalho e da Previdência Social a cada três anos, de acordo com os critérios de estigma, deformação, mutilação, deficiência, ou outro fator que lhe confira especificidade e gravidade que mereçam tratamento particularizado.

É necessário observar constantemente o rol de moléstias enumeradas no dispositivo legal. Atualmente, as doenças consideradas para fins de concessão do benefício sem exigência de carência, são as seguintes:

  • tuberculose ativa;
  • hanseníase;
  • alienação mental;
  • neoplasia maligna;
  • cegueira;
  • paralisia irreversível e incapacitante;
  • cardiopatia grave;
  • mal de Parkinson;
  • espondiloartrose anquilosante;
  • nefropatia grave;
  • estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida — AIDS;
  • contaminação por radiação com base em conclusão da medicina especializada; e
  • hepatopatia grave.

Essa lista de doenças está regulamentada no artigo 147, II, anexo XLV, da Instrução Normativa 77/2015 do INSS.

Nós compartilhamos do entendimento de que o rol de doenças especificadas na lista acima não tem natureza taxativa, isto significa que na hipótese do segurado apresentar uma doença tão grave quanto àquelas que foram relacionadas na lista, também compartilhará da exclusão da necessidade de cumprir o período de carência.

Necessário mencionar que os segurados especiais estão isentos do cumprimento do período de carência, devendo comprovar exercício de atividade rural nos doze meses imediatamente anteriores ao requerimento do benefício.


Waldemar Ramos Junior, advogado, autor de artigos, livros e vídeos na área do Direito Previdenciário, Trabalhista, Civil e Família. Divulga periodicamente vídeos no canal do YouTube Saberalei conteúdos em diversas mídias sociais inclusive no iTunes onde conduz um Podcast de vídeo intitulado Dicas Jurídicas.

► Vídeo do conteúdo: https://goo.gl/pRuqAW

► Este conteúdo foi primeiramente publicado em: https://goo.gl/6u4f2W

► Assine o Podcast: https://goo.gl/3zxVcd

► eBooks Amazon: https://goo.gl/NkHtkt

► eBooks iBooks: https://goo.gl/4xDUvU

► Receba Novidades: https://goo.gl/kbNt58

► Linkedin: https://goo.gl/SjfS

Informações relacionadas

Nota Dez
Notíciashá 14 anos

SERVIÇO: INSS não exige carência para concessão de alguns benefícios

Mota Advogados Associados, Advogado
Artigosano passado

Qual a lista de doenças ou CID que dão direito ao BPC LOAS?

Cíntia Elaine Silva, Advogado
Modeloshá 2 anos

Ação de Concessão de Auxílio por Incapacidade Temporária C/C Antecipação da Tutela

Petição Inicial - TRF01 - Ação de Restabelecimento de Auxílio por Incapacidade c/c Pedido Subsidiário de Aposentadoria por Incapacidade c/c Pedido de Antecipação de Tutela - Procedimento do Juizado Especial Cível - contra Instituto Nacional do Seguro Social - Inss

Pâmela Francine Ribeiro, Advogado
Modeloshá 3 anos

[Modelo] Inicial Auxílio Doença - Perda da qualidade de segurado

199 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Dr. tenho 27 anos fui diagnosticada com Osteoblastoma na lombo sacra da coluna vertebral, escoliose, lordose lombar em decúbito, hipohidratação discal e roturas do ânulo fibroso e ventrículo terminal.
Isso tem me impedido de exercer qualquer trabalho secular e domésticos há 3 anos, tenho 2 filhas de 5 e 3 anos. Aí eu lhe pergunto, eu tenho direito a aposentadoria por invalidez? continuar lendo

Transtorno Bipolar se enquadra como alienação mental?
Pergunto porque vejo casos de pessoas que conseguiram se aposentar com essa doença.
At continuar lendo

vou atrás disso também. eu tenho esse transtorno e quero saber se posso receber o beneficio. tomo remédio,mas perco a paciência com patrão e isso não é bom continuar lendo

Tenho acompanhado o trabalho de vocês e estou gostando muito. Precisei de um advogado recentemente, enviei meu caso e rapidamente fui atendida. Parabéns! continuar lendo

Dr. Boa tarde, gostaria de saber se consigo me aposentar por invalidez, pq tenho artrite e sinto muita dor ao digitar, trabalho com digitações, minha Profissão é Encarregado do Setor Fiscal.

Grato continuar lendo

Oi bom dia tbm tenho mesma doença,só que a minha artrite já atacou minhas mãos e meu joelho estou afastada não consigo trabalhar,trabalho em mercado,você conseguiu encostar ? continuar lendo